Notícias



  • 03 Jun 2021
  • Comentarios
TÉCNICOS DA FORÇA AÉREA NACIONAL RECUPERAM HELICÓP...

Luanda - Efectivos da Direcção de Armamento e Técnica e do Regimento Aéreo de Helicópteros, da Força Aérea Nacional, receberam certificados de mérito, por terem recuperado algumas Aeronaves do tipo MI-171SH, que estavam inoperantes à algum tempo.

Os técnicos da Força Aérea recuperaram os helicópteros num período de 14 meses, na Base Aérea de Luanda.

A cerimónia de entrega dos diplomas decorreu no passado dia 28 de Maio, na capital, sob orientação do General Altino Carlos José dos Santos, Comandante da Força Aérea Nacional.

Na sua breve intervenção, o General, Altino Santos destacou a importância do trabalho levado a cabo pelos técnicos militares do Ramo.

“O feito protagonizado pelos especialistas do Regimento Aéreo coadjuvados por outros especialistas da Direcção de Armamento e Técnica do Ramo, confirma a simbiose que existe entre a vontade que temos de melhorar sempre, na busca da excelência” sublinhou.

Após a entrega formal de diplomas aos técnicos pelos feitos alcançados, foram agraciados ainda com uma Menção Honrosa do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas.

No mesmo acto, receberam igualmente certificados de reconhecimento alguns integrantes da Brigada Artística da Força Aérea Nacional pela sua participação no programa “Live no Cubico”, da Televisão Pública de Angola.

 

Saiba mais
  • 27 Apr 2021
  • Comentarios
FORÇA AÉREA NACIONAL ABRE ANO DE INSTRUÇÃO 2021-20...

O Ano de Preparação Operativa, Combativa e Educativo-Patriótica 2021-2022, na Força Aérea Nacional, abriu no dia 2 de Março de 2021, sob o lema “Força Aérea Nacional, 45 Anos com Audácia e Patriotismo, Cobrindo os Céus de Angola”. O acto que teve lugar na parada da Unidade de Apoio do Comando do Ramo, foi dirigido por Sua Excelência Tenente-General Baltazar Bernardo Francisco Pimenta, Comandante Adjunto da FAN para Educação Patriótica, em representação do General-Comandante, Altino Carlos José dos Santos.

Durante o acto, o Dirigente apelou a todos os Comandantes e Chefes aos mais distintos níveis a trabalharem com sabedoria e espírito de entrega e defendeu a manutenção do dinamismo e motivação que, segundo sublinhou, “sempre caracterizaram e continuarão a distinguir a actuação da Força Aérea, para que se consiga executar as tarefas com postura exemplar, dedicação, com elevada responsabilidade e qualidade”.

Tenente-General Baltazar Pimenta realçou também que o início de mais um Ano de Instrução “afigura-se como um marco importante, porquanto acarreta consigo a redefinição de metas e estratégias na prossecução dos objectivos traçados”.  

“O momento é de arregaçarmos as mangas, pois o tempo não espera por ninguém. É um recurso irreversível que não pode ser recuperado, uma vez perdido. Então, não percamos tempo. Vamos trabalhar. Vamos agir. Sermos proactivos. Tudo gravita em volta do trabalho. É isto que nos dignifica e justifica a nossa existência”, disse o T/General Baltazar.

A terminar, o Dirigente augurou votos de maior coesão e entrosamento de todas as forças vivas e sucessos nos afazeres diários rumo a uma Força Aérea mais capaz, moderna e sempre na defesa do Espaço Aéreo Nacional.

A Força Aérea Nacional, recebeu o testemunho, no dia 01 de Março do ano em curso, no Vale do Loge, província do Bengo, durante a abertura do Ano de Instrução a nível das Forças Armadas Angolanas, passando assim a organizar todos os importantes eventos das FAA, durante o presente ano, 2021/2022.

Saiba mais
  • 27 Apr 2021
  • Comentarios
FAN RECEBE NOVOS QUADROS

O Comando da Força Aérea Nacional, realizou no passado dia 24 de Março de 2021, na Unidade de Apoio (ex-CLAFA) à cerimónia de integração, promoção e nomeação de militares recém-chegados da Federação Russa e da República de Cuba. O acto singelo foi presidido por Sua Exa. Tenente-General Virgínio António da Cunha Pinto, Chefe do Estado-Maior da FAN, por incumbência do General-Comandante da FAN. Marcaram presença no acto, Oficiais Generais, Superiores, Capitães e Subalternos e Assessores russos.

Os finalistas terminaram com êxito cursos superiores militares, nas especialidades de Emprego de Meios de Direcção de Aviação e Organização do Tráfego Aéreo, Engenharia Informática, Telecomunicações, Defesa Anti-Aérea e Medicina Geral.

Foram no total 16 jovens finalistas, 15 (quinze) rapazes e 1 (uma) menina, onde 9 deles fizeram a sua formação na República de Cuba, na Universidade Médica de Havana e no Instituto Técnico Militar “José Martí”, e 7 na República Federativa da Rússia, na Academia Militar de Tchiliabinsky. Dentre eles, a finalista Isabel Soreto de Almeida Sozinho por ter terminado o curso de medicina geral, foi promovida ao grau militar de Tenente, e os demais promovidos à Subtenente. 

Após serem promovidos, o finalista Subtenente Djalmir Quipipa, fez a leitura do juramento de fidelidade, onde os mesmos comprometeram-se em defender a Pátria e os interesses da soberania do Estado Angolano.

O dirigente T/G Virgínio Pinto, ao intervir no acto, realçou que a formação profissional é um imperativo que consiste num conjunto de actividades feitas com o objectivo de adquirir os conhecimentos teóricos e práticos para alcançar um melhor desempenho do profissional, e disse aos recém-promovidos “A vossa formação não terminou apenas com o que aprenderam, mas também vão ter que agregá-la a outras valências, nomeadamente a Disciplina, Organização, Desempenho e Prontidão”. 

A finalizar o seu discurso, Sua Excelência Tenente-General Virgínio António da Cunha Pinto, chamou a atenção aos novos Quadros ora promovidos dizendo “Vós sois hoje, pilares desta grande família Força Aérea, onde forem colocados sejam altos facilitadores das vitórias dos Comandantes e Chefes a distintos níveis. Partilhem os vossos conhecimentos com os demais, trabalhem em equipa e cultivem o espírito de inter-ajuda”. Desejou, finalmente, êxitos e sucessos a todos os jovens na carreira militar.

Saiba mais
  • 27 Apr 2021
  • Comentarios
FAN E CISP DE MÃOS DADAS

A Força Aérea Nacional (FAN) e o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), Órgão do Ministério do Interior, estão entrosados num projecto conjunto decorrente da institucionalização da Unidade Especial de Vigilância e Patrulhamento Aéreo daquele Centro, sob coordenação da FAN. Fruto de um acordo bilateral entre o Ministério da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria e o Ministério do Interior, a parceria foi celebrada no dia 21 de Janeiro, com a formalização das assinaturas do Memorando de Entendimento para implementação da referida Unidade.

Na ocasião, S/Exa. o Ministro da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria considerou o acto como “singelo, mas revestido de singular importância política e estratégica, no que à Segurança Nacional, particularmente à Segurança Pública diz respeito”.

A Unidade ora implementada constitui a componente aérea do CISP e comporta como principal vector aéreo, a aeronave Kodiak-100 de fabrico alemão, vocacionada para operações de vigilância, patrulhamento e reconhecimento aéreo, assim como para estudos cartográficos em 3D, com precisão considerável.

O Centro Integrado de Segurança Pública é coordenado pelo Comissário Carlos Albino, enquanto a Unidade Especial de Vigilância e Patrulhamento Aéreo é coordenado pelo Coronel Joaquim Albino Dias. No acto de apresentação oficial e aceitação da aeronave, ambos falaram das futuras missões e dos aspectos tácticos e técnicos do Kodiak-100.

Saiba mais